E-mail | Promoções | Última Hora
Segunda, 03/11/2003

Especial
Simulados On-Line
Six Days
Eventos
Ceará Music 2003
Fortal 2003
Canais
.COMversa
Clima
Culinária
Futebol
Guia Ceará
Novelas
Opinião
Promoções
Relacionamento
Tv Verdes Mares
Unifor
Vestibular
Viagem
Diário do Nordeste
Capa
Automóveis
Caderno 3
Cidade
Cultura
Eva
Gente
Infantil
Informática
Internacional
Jogada
Nacional
Negócios
Opinião
Polícia
Política
Regional
Turismo
Viva
Zoeira
Programe-se
Agitos
Cinema
Eventos
Exposições
Teatro
Serviços
102 Online
Brindes
Cadastre-se
E-mail Grátis
Loterias
Traduções
Utilidade Pública
24 Horas
Telefones Úteis



fotos

Ênio Carlos e Jacqueline

Ênio Carlos é apresentador da TV Diário e Jacqueline é sua assistente de palco. A entrevista a seguir foi feita pelas pessoas que participaram do .COMversa Show, que aconteceu durante o Jovem 2002. Confira.

 
Guia de Perguntas (clique para abrir)

:::Ênio, você sempre trabalhou em rádio e televisão. Existe alg...
:::Por que seu programa mudou de Sábado para Domingo? E por que...
:::Eu também sou do Interior e estou estudando aqui. Meu sonho ...
:::Sabrina.
:::No meu Interior todo mundo assiste seu programa.
:::Jaguaribe.
:::A que você credita o sucesso do seu programa? Quais são as p...
:::Qual foi o maior furo que aconteceu na sua vida em televisão...
:::Eu quero fazer perguntas pessoais para vocês. Quantos anos a...
:::No seu programa tem um quadro chamado "Na Vida Real". Por qu...
:::Minha curiosidade é de saber o que você fazia antes de ingre...
:::O começo de sua carreira foi difícil?
:::Se você não fosse apresentador de programa, o que você gosta...
:::Eu acho você lindo. Você se acha bonito?
:::Hoje em dia a programação brasileira está influenciando muit...
:::Você falou durante sua entrevista que não é preciso apelar p...
:::O que você acha do Netinho?

 
 

Ênio, você sempre trabalhou em rádio e televisão. Existe alguma diferença entre esses dois veículos?

Ênio - Eu faço rádio já há 20 anos. Eu comecei em 1982, lá em Aracati. Em 1988, eu vim para Fortaleza e continuei fazendo rádio. A televisão na minha vida só tem 12 anos. Eu comecei em 90. Mas nunca consegui largar o rádio. É tanto que, diariamente, eu faço um programa na Rádio Cidade AM de 7h às 11h da manhã. E na televisão mudamos para domingo, às 5h da tarde. Bem, e qual é a diferença? Eu acho que um complementa o outro. Todas as manhãs eu estou me informando, eu estou em contato com a comunidade, eu estou em contato com as pessoas, sabendo o que está passando pela cabeça da sociedade e isso faz com que eu tenha mais subsídios para comandar um programa de televisão. Rádio e TV, na minha concepção, um auxilia o outro. Ou seja, faz com que a gente tenha uma capacidade maior, tanto para comunicar no rádio, como na televisão.



Jaqueline - A rádio é uma escola para a televisão, não é verdade, Ênio? Por que tem o lance do improviso, que na televisão você usa bastante e tem que estar ali sorrindo e mostrando o que é que vem por aí.



Ênio - Agora, vale ressaltar que é diferente a comunicação do rádio e a comunicação da TV. Se você for fazer na televisão o que você faz no rádio, o próprio telespectador irá dizer: "Olha, você não está fazendo rádio não, você está fazendo televisão!". Então é uma comunicação diferente. Na televisão você tem que ter muito mais postura, você tem que ter muito mais elegância. E no rádio não. Como ninguém está te vendo, você fica muito mais solto e balança muito mais a cabeça e faz gestos... E na televisão não. Se você fizer isso, não fica muito legal.

Por que seu programa mudou de Sábado para Domingo? E por que quando uma menina quis lhe conhecer, você se escondeu?

Ênio – Realmente, a gente vinha fazendo o programa no sábado, às 10 da noite. Mas segundo uma pesquisa feita pelo Sistema Verdes Mares, constatou-se que muita gente começava a assistir o programa e muitas vezes não conseguia chegar até meia-noite e não via o programa todo. Eu fico feliz que você assista o programa, aí a gente foi deslocado para segunda-feira, 8h da noite. E agora a gente sentiu que programa de auditório é mais legal no fim-de-semana.



Jaqueline - E, falando da meninazinha, na verdade, o sonho dela era conhecer o Ênio e com a expectativa que ela estava, ela já estava tremendo. E eu falei "Ênio, se esconde. Começa a falar no microfone!" E ela ficava procurando. E foi muito bacana, porque o nosso monitor fica de frente e o Ênio entrou por trás. Ela olhou o monitor e disse "Poxa, o Ênio!" e eu disse "Pois ele está atrás de você!". Aí ela virou, começou a chorar e foi tudo aquilo.

Eu também sou do Interior e estou estudando aqui. Meu sonho era ir no seu programa, lhe conhecer.

Ênio - Então você pode realizar o sonho quarta-feira, quando a gente grava o programa. Você é nossa convidada. Qual é o seu nome?

Sabrina.

Ênio - Sabrina! Então você é nossa convidada especial na gravação. A gente grava pela manhã, de 9h até 11h30.

No meu Interior todo mundo assiste seu programa.

Ênio - E qual é a sua cidade?

Jaguaribe.

Ênio - Então a gente aproveita e manda o abraço para Jaguaribe.

A que você credita o sucesso do seu programa? Quais são as principais atrações e o que mais chama a atenção do telespectador?

Ênio - Na verdade, o trabalho que a gente realiza é um trabalho em conjunto, com uma equipe de produção muito legal. Para você ver, eu sou o apresentador, mas participo das reuniões do programa. Então, é na reunião que a gente coloca tudo: os erros do programa passado, o que a gente tem que corrigir, quais são as atrações que realmente vão fazer com que o público goste. Nossa preocupação principal é fazer um programa popular, um programa de auditório, mas um programa que não precise apelar. A gente tem conseguido uma boa audiência, sem ser preciso partir para a apelação.

Qual foi o maior furo que aconteceu na sua vida em televisão? Alguma coisa que você fez ou falou, que pode não ter sido interessante para o telespectador.

Ênio - Para falar a verdade, quando você está ao microfone, há uma responsabilidade muito grande. Por que o microfone é uma arma. Então, na verdade, nesses 20 anos, a gente sempre conviveu com produtores, diretores, sempre monitorando a gente. Mas eu sempre tive muito cuidado e devido a esses cuidados, eu nunca tive muitos problemas. Mas de vez em quando aparece um para encher o saco. Mas eu queria passar por todos os estágios. Então só em 92, eu fui ter meu primeiro programa de auditório. Em relação ao canal 22, eu estou no canal 22 desde que ele entrou no ar. A TV Diário tem só 4 anos, mas eu estou na canal 22 há 7 anos, desde que ainda era TV Com.

Eu quero fazer perguntas pessoais para vocês. Quantos anos a Jaqueline tem, se ela tem namorado... E você, Ênio Carlos, se é casado, se tem filhos... Falem um pouco da vida pessoal de vocês.

Jaqueline - Bom, eu tenho 18 anos. Comecei ainda menina no programa do Ênio, ainda na TV Com, em 97. Eu comecei como jurada e ele gostou e estou com ele até hoje. Tenho namorado e ele no começo sentiu muita dificuldade. Ele é muito ciumento e deixo tudo isso pra lá, porque a profissão fala mais alto. Trabalhar na televisão é muito legal, porque a gente pode mostrar tudo de bom para o pessoal de casa. Por que a gente procura levar isso.



Ênio - Sou casado. Na verdade, casei em 88. Já se passaram 14 anos. Tenho duas filhas, uma de 7 anos e uma de 6 meses. E na vida pessoal eu sou realizado. Sou apaixonado, muito bem casado, graças a Deus. Eu não tenho do que reclamar, nem na vida pessoal, nem na vida profissional.

No seu programa tem um quadro chamado "Na Vida Real". Por que vocês não gravam também no Interior?

Ênio - É uma sugestão que já vou levar amanhã para minha reunião de pauta. A gente vai ver a possibilidade de fazer "Na Vida Real" no Interior. Para quem não conhece, é um quadro que tem a conotação de solidariedade e de ajudar as pessoas que precisam.

Minha curiosidade é de saber o que você fazia antes de ingressar no mundo da televisão.

Ênio - Eu fui convidado para entrar no rádio quando eu tinha 16 anos. Eu estava no restaurante do meu pai quando o diretor da Rádio Cultura lá de Aracati parou a moto, me chamou e disse que estava surgindo um espaço para noticiarista na Rádio Cultura e quem tinha me indicado era o irmão Adriano, professor de Português do Colégio Batista. Então eu fui indicado pelo professor de Português porque eu tinha uma boa leitura. Não sabia se tinha talento, se tinha dom, mas tinha uma boa leitura. Entrei no rádio, comecei a me apaixonar pelo rádio, porque tudo o que eu faço, faço sempre com muito amor, muita responsabilidade. Então nunca fiz outra coisa na vida a não ser rádio. Na verdade, teve uma época que só tinha uma rádio em Aracati, a Rádio Cultura e me colocaram para fora. E pensei: Vou pra onde, só tem uma rádio aqui! Então, eu trabalhei numa agência de um amigo de meu pai, para vender passagens mas, pense num peixe fora da água! Foi então que a Rádio se reestruturou e me chamaram de volta.

O começo de sua carreira foi difícil?

Ênio - Lá no Interior não, mas aqui meu começo foi muito difícil. O mercado aqui é muito competitivo. No começo a gente fica pisando em ovos. Construir um nome não é fácil. Para construir um nome é difícil, você tem que ter paciência.

Se você não fosse apresentador de programa, o que você gostaria de ser?

Ênio - Eu gostaria de ser alguma coisa ligada à área social. Eu sou uma pessoa que, todos os meus programas, seja de rádio ou TV, sempre tiveram quadros solidários. Ajudar, colaborar de alguma forma para que uma pessoa igual a nós possa ser feliz. Eu me coloco muito no lugar das outras pessoas. Se eu não tivesse as oportunidades que eu tive, possivelmente eu estaria precisando de ajuda e eu gostaria que alguém me ajudasse.

Eu acho você lindo. Você se acha bonito?

Ênio - Não. (envergonhado) Na verdade, eu sempre me preocupei mais, dentro da minha profissão, com o conteúdo. Eu acho que se você se postar apenas diante da beleza, você não vai muito longe. Eu quero que as rugas apareçam, que os cabelos brancos apareçam... Eu estou mais preocupado em agradar o público como apresentador.

Hoje em dia a programação brasileira está influenciando muito a violência. E você, que é uma pessoa que lida diretamente com isso, você deixaria que lição para quem faz essa programação, para mudar isso? Porque está acabando com a gente...

Ênio - Eu vejo esse problema como uma situação muito complexa, até porque o que direciona a programação de uma emissora de televisão é a audiência que essa programação possa ter. Se a gente não mudar a sociedade; se a gente não der oportunidade às pessoas; se a gente não fizer com que a maioria das pessoas tenham essa visão que você tem, vai ficar difícil mudar essa programação. Como é que a gente muda? Se a gente estivesse num país que tivesse mais acesso à educação, onde as pessoas exigissem mais qualidade, as pessoas mudassem de canal quando vissem algo apelativo, algo violento, ela ia mudar a programação. A televisão hoje se direciona pelo que o povo quer assistir, o que realmente não é muito legal, porque existem muitas TVs com a programação muito legal, por exemplo, a própria TV Diário tem uma programação muito boa, muito diversificada, a TV Ceará também. Mas você vê que poucas pessoas estão assistindo a TV Ceará. Então só as pessoas são capazes de mudar a programação das emissoras de TV.

Você falou durante sua entrevista que não é preciso apelar para se ter audiência. O que você acha que você utiliza em seu programa, que traz audiência sem apelar?

Ênio - Por exemplo, o nosso programa tem mulheres bonitas. Temos as Odaliscas, temos a Jaqueline, que são mulheres sensuais. Mas a gente se utiliza da sensualidade sem ter que colocar as meninas quase que totalmente despidas. Quando a gente faz quadros solidários, a gente procura que as pessoas comecem a refletir no que se refere a ser mais solidário, a ajudar as pessoas. A gente toca em assuntos palpitantes, assuntos sérios, mas que o telespectador assista e aprenda alguma coisa.

O que você acha do Netinho?

Jaqueline - Ele está se referindo ao dia em que ele ficou de ir no programa e não foi...



Ênio - É o seguinte: o divulgador do Netinho nos procurou e marcou com o programa para ele cantar. E, programa de televisão, a gente agenda todos os horários. Se você marca comigo que vai no meu programa e você não aparece, o que vai acontecer, você vai deixar um buraco no programa. Se a gente deixou de colocar um outro artista para botar você, e você falha comigo... Aí no dia da gravação, eu anunciando: "Hoje, Netinho no programa!" , aí o produtor do Netinho liga e diz: "Olha, o Netinho quer ir aí no seu programa, mas ele não quer cantar não, ele quer dar uma entrevista". Aí eu disse: "Fala para ele que isso aqui não é um programa de rádio não. Isso aqui é um programa de televisão. Ele tem que vir para o programa e tem que cantar e depois ele dá a entrevista”. O produtor disse: "Para cantar ele não vai não". Então eu acho que foi uma falta de respeito para com a TV Diário, uma falta de respeito com o Nordeste, porque esse pessoal quando chega no Sul do país chega a mendigar para participar do Faustão e ele se esquece que hoje nós estamos, via satélite, para todo o Brasil. Ele discriminou a TV Diário, é tanto que se eu tivesse um cargo maior no Sistema Verdes Mares, jamais ele participaria de absolutamente nada no que se refere a veículos de comunicação do Sistema. E ele mostrou porque ele vem numa certa decadência. Vocês lembram que o Netinho teve uma época em ele estava "estourado" na audiência e foi caindo, caindo. Quando vocês se depararem com alguém em decadência, podem investigar, que essas pessoas falharam na vida pessoal. Para mim foi uma grande decepção, o cantor Netinho da Bahia.

 
 
Mais novos comentários
 
(13/10/2003 16:12:29) - carlos
fortaleza/ce
qual site do porgrama enio carlos que vejo as fotos das dançarinas sula e ticiane

 
(10/10/2003 20:24:59) - wesley dos santos penha
Linhares/ES
Enio assisto seu programa e te acho nota 10, mas adoro principalmente as meninas Sula e Ticiane(me faça a correção se estiver errado), que são de arrasar quarteirão....................... Abraço para você e Beijos para as Meninas . Wesley

 
(20/7/2003 20:08:17) - marcelo da silva almeida
São Gonçalo/rj
Fala Ênio! TB? Ênio infelizmente estou escrevendo para criticar a produção de seu programa e vc também! Cheguei em casa logo após vcs terem trasmitido o clipe da Ticiane!! Vc ficou em vários momentos comentando e mostrando os vários e-mails q o público enviou pedindo q reprisasse o clipe!! Vc perdeu uns 6 minitos somando todas as vezes em q vc

 
Mais comentários...
 
Faça seu comentário
Nome:
E-mail:
Cidade / UF: /
Comentário: Máximo de 350 caractéres
 
 
5 últimas entrevistas de Televisão

::João Inácio Jr., Tigresas (Ellen, Roberta, Cris, S: João Inácio Jr., Tigresas, Xuxa Cearense e Barná
::Daniely Portela e Victor Hannover: Daniely e Victor
::José Tadeu Silva do Nascimento: Tadeu Nascimento
::Jacqueline Lima dos Santos: Da nossa turma
::Carla Fernandes: Carla Fernandes


Capa do .COMversa
Outras entrevistas de Televisão
 
ENQUETE
Você usaria um tarifador eletrônico para ter maior controle sobre sua conta telefônica?
Sim, é um custo que vale a pena.
Não, o produto é muito caro.
Não, eu confio na minha operadora.
Outros Resultados...
Participe do Debate
Imposto de Renda


Confira aqui se a sua restituição já saiu.


Six Days
Começa o maior enduro do mundo
Confira aqui a cobertura completa do Six Days e acompanhe o que está rolando no enduro.
Ceará Music
Agora só ano que vem!
Confira todos os lances do festival que fez Fortaleza tremer.
Promoções
Maria, Mãe do Filho de Deus
Participe e concorra a ingressos para assistir ao filme.
Relacionamento
Par Perfeito
Tá sozinho? Querendo companhia? Então perca a vergonha e encontre seu par.
.COMversa
José Saramago
Confira a íntegra da entrevista com o escritor português.
Especial
Simulados Online
Confira aqui o resultado da quinta prova!
Culinária
Gelado de Morango e Iogurte
Confira esta e outras delícias no nosso canal de Culinária.
   

Quem somos ° Fale Conosco ° Mapa do site ° Aviso legal ° Publicidade ° Expediente
© 2002 . Todos os direitos reservados.